Saúde-na-Escola-620x264O Programa Saúde na Escola (PSE), instituído por Decreto Presidencial 6286, de 05 de dezembro de 2007 visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população brasileira. Como consolidar essa atitude dentro das escolas? Essa é a questão que nos guiou para o planejamento da metodologia das agendas de Educação e Saúde, a serem executadas como projetos didáticos nas escolas em conjunto com as Equipes de Saúde da Família. Nosso município fez a adesão ao programa em julho de 2014, o referido programa é fruto da articulação da Prefeitura de Sítio Novo através das Secretarias de Saúde e Educação que visa à inserção das práticas de promoção à saúde e prevenção de doenças e agravos na comunidade escolar propiciando o enfrentamento de vulnerabilidades que comprometem o desenvolvimento das crianças e jovens. Essas práticas vão desde o atendimento clínico dos educandos (atendimento nutricional, atualização do calendário vacinal, saúde bucal e saúde ocular) até a inclusão de atividades de educação em saúde (palestras educativas destinadas aos alunos, pais e professores), inclusive proporcionando capacitação permanente aos profissionais da saúde e educação. O qual abrange 12 escolas (sendo onze escolas municipais e uma escolas estadual) com aproximadamente 5000 (cinco mil) alunos já cadastrados junto às 08 (oito) Unidades Básicas de Saúde durante o período de 16 (dezesseis) meses. Onde em seu artigo3º, o PSE aponta, especificamente, as equipes de Saúde da Família para constituir, junto com a Educação, uma estratégia para a integração e a articulação permanente entre as políticas e ações de educação e de saúde, com a participação da comunidade escolar. A gestão do mesmo é centrada em ações compartilhadas e desenvolvidas por meio do Grupo de Trabalho Intersetorial–GTI (Secretarias Municipais de Saúde e de Educação), numa construção em que tanto o planejamento quanto a execução das ações são realizados coletivamente de forma a atender às necessidade se demandas locais mediante análises e avaliações construídas intersetorialmente. O programa tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino, além de: » Viabilizar as ações do programa no Município e captar novos parceiros; » Fortalecer o grupo de trabalho Intersetorial (Saúde e Educação) com família e educando; » Mobilizar ações prioritárias de saúde a serem trabalhados ao longo do ano de uma forma transversais saúde-educação; » Ampliar o acesso às ações especializadas; » Práticas de cuidados em saúde. Possibilitar maior visibilidade, acesso e conhecimento das ações planejadas e executadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e como apoio dos demais programas que fazem parte da Atenção Básica, como por exemplos: Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), Saúde Bucal, Núcleo de Educação Permanente entre outros, além do fortalecimento da integração e articulação entre os setores da Saúde e Educação como os discentes e suas famílias.
Edit

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Galeria de Fotos

16386852_365438197158143_6340765243963282974_n 16298517_365438577158105_8026610226826250245_n 16265549_365438047158158_7080286115695034088_n (1) 13179468_910014575787175_5631240023665155190_n 13179107_910014579120508_5681331595101117380_n 13178823_910013872453912_2154752754771751782_n